Arquivos do Blog

Semana do Audiovisual Rondônia

No próximo final de semana de 17 a 19 de Agosto, o Coletivo Interior Alternativo e Casa Fora do Eixo Rondônia com apoio da Fundação Cultural de Ji-Paraná e Secretaria de Esporte, Cultura e Lazer – SECEL realizam em Ji-Paraná à primeira Semana do Audiovisual Rondônia. A SEDA faz parte de um festival integrado em todo o Brasil, com mostras, oficinas teóricas e práticas, conferências, debates, shows e outras atividades responsáveis por promover a intersetorialidade do audiovisual com outros segmentos artísticos.

 Até 2009 a SEDA era realizada apenas na cidade de Cuiabá – MT e em 2011, o evento expandiu-se para outras regiões do país, sendo realizado em 30 cidades diferentes e tornando-se um evento nacional integrado realizado pelo Fora do Eixo, uma rede de trabalho de coletivos e agentes culturais.

 A programação nessa edição abraçou a cultura local e regional com um dia de apresentações, shows, mostras e exposições que acontecem no primeiro dia (17) ao centro da Praça do Teatro Dominguinhos, fazendo abertura e lançamento da primeira Semana de Audiovisual em Rondônia. Além disso, o evento abre inscrições para as oficinas de formação (18 e 19) e espaço para debates sobre Políticas Públicas para a Cultura e cadeia criativa e produtiva do audiovisual com a presença de Marcos Aurélio Nobre Jr. – Gestor da Casa Fora do Eixo Rondônia e Conselheiro Municipal do Audiovisual em Porto Velho.

 O evento se posta como sendo palco de discussões sobre o desenvolvimento do mercado e da produção audiovisual independente, fomentando a circulação de agentes e produtos culturais, intercambiando oficineiros, produtores e mostras que possibilitam crescimento cultural e avanço expansivo de novas artes.

Programação completa:

Sexta (17) Teatro Dominguinhos – 18h00

Projeções, Exposições, Apresentações e Shows

 Orquestra em Ação – Orquestra Sinfônica de Ji-Paraná

Quarteto Uirapuru

Quarteto em Dó

Trio Tríade

Coral da Paz

Diego Alves

Jéssica Brunn

Comunidade Manoa (Porto Velho)

 Sábado (18) UNOPAR – 09h00 às 12h00 – 14h00 às 17h00

– Oficina Pós-TV – Transmissão de um programa de TV aberto e livre, transmitido ao vivo na web.

Domingo (19) UNOPAR – 09h00 às 12h00 – 14h00 às 17h00

– Oficina Cinema de Guerrilha – Introdução ao Cinema de Guerrilha, apresentando produções de baixo custo, valorizando processos criativos e inventivos.

– Roda de Debates – Desenvolvimento de Políticas Públicas e Conselho Municipal do Audiovisual.

Faça sua inscrição para as oficinas aqui:

Inscrições

Coluna Fora do Eixo 364 – Conhece movimento de esportes radicais pelo espaço em Ji-Paraná

O Movimento de esportes radiais em Ji-Paraná luta pelo espaço no Ginásio de Esportes “Gerivaldão”. “Skate e BMX não são crimes”, é a frase da faixa que carregavam na Prefeitura Municipal, junto com vários cartazes como uma maneira para chamar atenção. Vários jornalistas estavam presentes registrando, esperando uma resposta e entendimento da situação.

O Grupo perdeu o espaço dentro do Ginásio, que hoje está sendo usado como feira de artesanato. Receberam uma proposta para utilização de outro espaço, mas o local ainda não está definido, e os esportistas estão utilizando a rua para treinar.

Os gestores da Coluna 364 apoiaram a luta e apresentaram formas de organizar o movimento, com a criação de contraproposta e sistematização das informações nesse coletivo.

A coluna Fora do Eixo 364 terminou a agenda em Ji-paraná na “Praça da Bíblia”

A coluna 364 terminou a agenda em Ji-paraná na “Praça da Bíblia”, local que possui uma ótima estrutura para eventos culturais, mas que se encontra abandonada e sem uso, a galera local informou que a praça só esta aberta para ações religiosas cristãs, uma situação “estranha”, uma vez que a praça é pública. A reunião teve como meta definir uma equipe para dar continuidade ao trabalho feito pelo coletivo Interior Alternativo. Raphael Amorim e Samira Lima gestores do coletivo estão de mudança para o município de Cacoal, devido a fatores financeiros e oportunidades de crescimento. A vivência por dois dias entre os gestores dos dois coletivos foi uma junção de conversas infinitas, articulações e apresentação da realidade local.

Foto: Raphael Amorim

O Coletivo Interior Alternativo atuante a cinco anos no cenário Ji-paranaense, promovendo e fomentando a cultura,  consolidou vária parcerias, produziu e realizou diversos eventos, sendo o único produtor de cultura alternativa de Ji-paraná, tornando essa mudança de cidade dos integrantes do Coletivo em um grande desafio para a rede FDE em Rondônia. Todo esse trabalho realizado em Ji-paraná precisa ter uma continuidade, e uma formação de equipe (coletivo) e aproximação de novos agentes culturais e colaboradores é essencial para isso.

A reunião começou com uma apresentação do Raphael Amorim, dando um panorama geral da situação atual do coletivo e do cenário cultural da cidade, enumerando quem são os parceiros, como está o andamento dos projetos, quais são os indicativos e dialogando com todos sobre novas possibilidades.  A primeira pauta foi um papo retíssimo sobre a rede,  trabalho em coletivo e formação de novos quadros que têm como primeiro desafio a organização e realização do maior festival integrado da América Latina, o Grito rock.

Foto: Raphael Amorim

Com uma breve explicação do que é o Grito Rock, começou a ser desenvolvido um planejamento, decidindo estrutura, formato, espaço e programação. Dividindo quatro núcleos de trabalho, para os “primeiros passos” dos futuros agentes, que são a produção, logística, atendimento e comunicação. Foram 15 pessoas divididas entre essas frentes, dispostas a mostrar trabalho, e não deixar que acabe o movimento social e cultural da cidade, abrindo as portas para outras oportunidades dentro do circuito, sendo criado de imediato um grupo de discussão dentro do Facebook com a finalidade de encaminhar e deliberar os encaminhamentos do Grito Rock, e que venha Cacoal!

Coluna FdE 364 – Visita a Fundação Cultural de Ji-Paraná

Coluna FdE 364 – Visita a Fundação Cultural de Ji-Paraná

Dando continuidade na agenda da #ColunaFdE364, a equipe visitou a Fundação Cultura de Ji-Paraná com intuito de conhecer e entender o trabalho que esta sendo desenvolvido no município. Recebidos por Alcides Paio, vice-presidente da Fundação. Conversaram sobre a cultura e história da cidade onde surgiu a oportunidade de uma parceria na realização de shows durante o ano, proporcionando uma estrutura de palco, som e luz aos eventos do coletivo Interior Alternativo, na reunião representado por Raphael Amorim.

Foto: Neila Azevedo

Coluna Fora do Eixo 364 – Ji-Paraná

A Casa FdE Rondônia, através da #ColunaFdE364 chega a Ji-Paraná, primeira cidade a receber a visita do Fora do Eixo. A equipe está sendo recebida na hospedagem solidária, casa do Raphael Amorim  e Samira Lima (Coletivo Interior Alternativo), facilitando a troca de conhecimento, e já encaminhando uma reunião para debater a cena local, e o andamento dos trabalhos desenvolvidos pelos coletivo.

Foto: Neila Azevedo

A primeira reunião geral da coluna 364, que aconteceu na escadaria da Biblioteca Municipal,  recebendo mais de 40 convidados, dispostos a debater sobre novas possibilidades para cultura e movimentos sociais. Cada participante fez uma apresentação dos seus trabalhos e experiências,  compartilhando com todos, as dificuldades que Ji-paraná enfrenta, e possíveis encaminhamentos para solucionar algumas barreiras.

Foto: Meryelle

A Cafe-RO apresentou a rede Fora do Eixo, facilitando o entendimento sobre os pontos de rede espalhados pelo brasil e América  Central e as frentes de trabalho que os coletivos desenvolvem.

A reunião teve o intuito de integrar novos quadros a rede, fortalecendo os pontos dentro do estado de Rondônia, agregando cada vez mais colaboradores e parceiros.

Foto: Meryelle

Todos os participantes se mostraram bastantes atenciosos e dispostos, debatendo e tirando dúvidas, mostrando um pouco da realidade local, dificuldades enfrentadas,  felizes e curiosos em conhecer essa rede que integra cada vez mais pessoa.

Desse primeiro encontro, sugiram duas deliberações. Uma reunião com a prefeitura local para discutir o espaço “Gerivaldão” e uma próxima reunião já foi marcada para dar continuidade ao processo que está sendo construído.

Festival Grito do Rock 2012 em Rondônia abre inscrições para Artistas e Bandas

O maior Festival Integrado das Américas chega à décima edição, alcança a Europa e propõe alternativas colaborativas e sustentáveis de produção e circulação de artistas, agentes e tecnologias.

Idealizado em 2002, em Cuiabá, pelo Espaço Cubo – um dos coletivos que deu origem ao Fora do Eixo – FDE, o Festival Grito Rock é uma alternativa ao Carnaval e uma plataforma independente de circulação. Este ano, o projeto ocorre de 17 de fevereiro a 17 de março e reúne produtores de 200 cidades e 15 países, o que representa um aumento de 55% em relação a 2011, quando 130 cidades e 10 países sediaram o festival.

Em Rondônia o Festival será realizado em 4 cidades durante o mês de março, nos dias 02 e 04 em Vilhena, 09 e 10 em Cacoal, 10 e 11 em Ji-Paraná e 16 e 17 em Porto Velho. Através dessa agenda será possível a integração e micro-rotas, facilitando a circulação de agentes, produtores, artistas e bandas, fomentando as trocas de tecnologias sociais, intercâmbio e incentivando a produção e a formação profissional, em projetos voltados ao setor cultural. Em Porto Velho essa é a sexta edição e terceira realizada pelo Coletivo Cultura e Arte Organizando o Social – C.A.O.S., ponto de rede do Circuito Fora do Eixo, uma rede de coletivos que atua como multiplicador da cultura, e não apenas no fomento, mas também no estímulo à formação de seus agentes culturais. Em Vilhena já foram 3 edições e a quarta edição esta sendo realizada pelo coletivo Ekatu um grupo de produção, difusão e articulação de Cultura. Já na cidade de Cacoal, através do Arte e Cultura Social – ARCUS novo na rede, criado para esta edição, mas com a promessa de não parar nesta e nesse único evento, junto com a Associação dos Atores do N.A.D. A promovem a primeira edição na cidade. Em Ji-Paraná o Interior Alternativo, que também está ligado à rede, e a manifestações independentes, está realizando sua segunda edição. Artistas e Bandas já podem fazer sua inscrição para as oportunidades no Toque no Brasil (http://tnb.art.br) visualizando a circulação dentro do Estado de Rondônia.

As edições de cada cidade são produzidas de forma interdependentes, e tudo, principalmente a logística entre elas, é construído colaborativamente com o propósito de tornar sustentável a circulação de artistas, agentes, produtores, produtos e tecnologias.

Em 2011, pela primeira vez, o Grito Rock foi executado nos 26 estados brasileiros e em outros 8 países (com cidades da América do Sul e Central). Para 2012 já são 15 países, incluindo o continente europeu e o México.

Grito Rock Internacional

Reflexo da conexão com diversos países latinos, este ano o Grito Rock se soma a 15 países e se estabelece em 14 cidades estrangeiras. Vários representantes da América do Sul e Central participam da décima edição: Honduras, Costa Rica, Guatemala, Argentina, Bolívia, Colômbia, Chile, Honduras e Nicarágua.

O Festival ocorre também na Cidade do México, Los Angeles e em Braga (Portugal), realizado por brasileiros em parceria com agentes locais. “Recebi um convite e achei ótima a ideia de fomentar um evento brasileiro junto com mexicanos que já trabalham com o cenário independente, é uma grande chance de conectar os dois países através da música” – comenta a brasileira Marina Paschoalli, que está na produção do Grito Rock na capital mexicana.

Balanço

Até o momento foram registradas 203 inscrições, sendo que 61 cidades estão realizando o Grito Rock pela primeira vez. Entre os produtores, 38 estão na Região Sul, 36 da Região Nordeste, 81 no Sudeste, 13 no Centro Oeste e 19 na Região Norte. Desses produtores, 32,5% são de Pontos ligados à rede Fora do Eixo, 25,% são pontos parceiros, enquanto 14,7% ainda não desenvolveram relação com o FdE, mostrando que o projeto transcende o Circuito e atrai produtores de maneira diversos para a realização do Festival.

Mais informações

http://tnb.art.br/

http://gritorock.com.br/

http://coletivoekatu.wordpress.com/

http://coletivoarcus.wordpress.com/

http://interioralternativo.blogspot.com/