Arquivo da categoria: Coletivo Ekatu – Vilhena

Coluna Fora do Eixo 364 – Vilhena

"Reunião Coletivo Ekatu" Foto: Neila Azevedo

Chegando em Vilhena por volta das quatro horas da tarde, Nettu Regert recebeu os gestores da coluna em sua casa, que após um descanso saíram para a reunião com o Coletivo Ekatu, seus colaboradores e parceiros. Com pessoas dispostas a conhecer e clarear mais o conceito sobre o Circuito Fora do Eixo, trocando experiências, conversando sobre a realidade da cultura e movimento social na cidade.

O encontro começou com uma reunião do Clube de Fotografia do coletivo, um movimento que começou agora integrando todos os fotógrafos e agregando as pessoas que querem aprender, discutir e divulgar seus trabalhos, de uma forma que exista o crescimento de todo o grupo. Esses encontros periódicos do Clube, são uma maneira de desenvolver essa e outras cadeias produtivas locais, estimulando cada vez mais pessoas a produzirem.

Após a reunião de fotografia outros convidados de diversas áreas como audiovisual, designer, comunicação, movimento social, meio ambiente e interessados por cultura fizeram uma troca de experiências e apresentação de seus trabalhos, como uma forma de integrar aqueles que ainda não se conheciam e criar uma dimensão de possibilidades.

Foto: Neila Azevedo

Em uma conversa madura e rica de conhecimentos, a reunião teve continuidade com uma apresentação do circuito Fora do Eixo,  os gestores não só explicaram como também fizeram um breve relato de seus trabalhos dentro da rede, demonstrando que o trabalho em coletivo rende muito mais, seja de forma econômica, seja de realização profissional, como também de forma de vida. “Vivendo para trabalhar e trabalhando para viver”, é a frase que define o que os gestores tentaram passar. A coluna teve o propósito de reunir e integrar novos agentes na rede, e visualizar esse trabalho no próximo grande evento que é o Grito Rock 2012.

Desenvolver as campanhas do festival, divisão de frentes de trabalho e sistematização de ferramentas são os primeiros passos para essa produção e realização. A mobilização para isso, foi repleta de muitas trocas entre todos, um momento de construção, de mudança e aprimoramento.

Foto: Neila Azevedo

O encontro acabou após a exibição de um vídeo do Festival Fora do Eixo, mostrando um pouco da dimensão desse trabalho. Com relatos de produtores e artistas de como foi o crescimento da rede e como se potencializou, fazendo com que isso se difundisse chegando até aquele momento na reunião, muito proveitoso e estimulante pra todos.

Texto:  Neila Azevedo

Anúncios