Arquivos do Blog

MPBéra

Uma linda Bera Night aconteceu, neste sábado (14), com acasa lotada a Batkaverna recebeu a Banda Versalle, que fez uma ótimaapresentação, mostrando pra galera seus arranjos comportados junto com umapegada diferente e rebelde, eles levantaram aplausos tocando suas composiçõesagradando os ouvidos.
A Casa também recebeu a inesperada visita do Coringa, queinvadiu a Batkaverna enquanto o Circo Beradélico fazia sua apresentação,tomando o palco para dar boas vindas e se divertir com os béras. O Circo deucontinuação a sua apresentação com a presença de vários músicos presentes nolocal fazendo uma Béra Jam, que diferente de tudo que estava rolando na cidade,fizeram uma apresentação cheia de harmonia entre eles, com músicas dos própriosmúsicos e homenagens aos músicos parceiros da Música Popular Beradeira –MPBERA, envolvendo e fazendo o público dançar com o som.
Para fazer esse evento acontecer, o Coletivo C.A.O.S. faz umagradecimento aos convidados e toda galera que compareceu, que deu apoio, quecompartilhou o evento, contaminando os amigos para prestigiar os músicos quefazem um lindo trabalho, fortalecendo a MPBéra!
Mas uma coisa chamou a atenção…
O Coringa sumiu e seu paradeiro é um mistério!
A contagem regressiva começou. Até o próximo Béra Night!
Fotos: Luana  Lopes

Texto: Neila Azevedo

Coletivo C.A.O.S – Cultura e Arte Organizando o Social

Ponto Fora do Eixo Rondônia

Anúncios

Banda Versalle

A Casa Fora do Eixo Rondônia teve o prazer de receber, ontem (11), Italo Carlos e Rômulo Pacifico da banda Versalle, para fazer um bate-papo sobre sua história, seus projetos, e conquistas. Formada no final de 2009, na época, apenas uma banda de garagem que tocava covers de artistas, estes que influenciaram na criação de seu som e sua identidade, e ao longo do tempo deram origem as suas composições que foram aparecendo naturalmente.

Italo e Rômulo



“EP”

Os meninos começaram a conversa explicando um pouco de como foi o andamento deles desde sua formação, e pra chegar até hoje, eles tiveram que fazer muito esforço e trabalho, dando prioridade a banda, foram juntando dinheiro para entrar em estúdio e gravar seus dois primeiros singles, “Atrás da Solidão” e “Prezado Coração”, lançados virtualmente para quem quisesse baixar no myspace da banda. Não muito tempo depois, e não satisfeitos, eles gravaram o EP “Versalle”, possuindo oito faixas, com destaque para “Combinado” e o “Modelo Adequado”, lançado em janeiro de 2011.



                                                                       foto: Avener Prado

A banda passou pela saída do Rubens Barata (ex-baixista), e hoje é composta por Criston Lucas no vocal e guitarra, Rômulo Pacífico na Guitarra e backing vocals, Italo Carlos no Baixo e Igor Jordir na Bateria. Eles tem na bagagem além dos eventos que tocaram, o Festival Casarão 11º em Porto Velho/RO como referência, e estão entrando em 2012 com todo gás, começando com a agenda no evento BERA NIGHT, no próximo sábado (14), uma produção da Casa Fora do Eixo RO, que vai ocorrer na Batkaverna localizada na Galeria Lacerda, outro evento dia 21 no Iceberg, e dia 28 no Espaço Cultural Palhucas em Rio Branco/AC.

Entrando na conversa sobre o som que os meninos fazem, Rômulo comentou: “a galera fala que nossa banda faz um som triste, mas para mim o som que fazemos é o que eu gosto, e se não fosse nosso, eu curtiria e ouviria”. Para ele a proposta da banda é exatamente essa, algo que fugisse do padrão que estava rolando na cidade, “a pegada diferente que estava faltando”. O plano deles para esse ano é continuar produzindo, aproveitando as oportunidades para tocar em eventos e festivais, como mencionaram fazer sua inscrição no Grito do Rock, dispostos a viajar e participar de intercâmbio de bandas, e também pensando em como fazer o som crescer e ficar ajustado, “deixar a banda com um som redondo” como diz Ítalo (baixista). Tem como meta investir na comunicação da banda, aumentando sua visibilidade com o público, e até o começo do ano que vem fazer a gravação de um CD, de melhor qualidade, que contenha músicas antigas e novas produções.


Aproveitando o momento, o bate-papo finalizou com um passeio pela casa, e os garotos também puderam conhecer o trabalho produzido, tirando suas dúvidas sobre o Circuito Fora do Eixo, desde a troca de serviços e o campo simbólico que isso envolve. Como também a divisão de funções e seus núcleos, os ambientes de trabalho, as movimentações políticas culturais e sociais e os planos de ações durante o ano.


Para saber mais sobre a banda acesse:


http://www.myspace.com/bandaversalle

Email: banda.versalle@hotmail.com

Texto: Neila Azevedo

Coletivo C.A.O.S – Cultura e Arte Organizando o Social

Ponto Fora do Eixo Rondônia